Flores, um vão e um coração

 

     Eu tinha um discurso. Era apenas um papel branco. No começo, desenhei flores no canto direito acima. Flores no canto esquerdo em baixo. Eu tinha muito a dizer mas simplesmente, não conseguia escrever. Aos poucos, me lembrei de você. Da noite em que choveu enquanto a gente conversava, sentados na calçada úmida. (Não importava). Do dia em que eu acordei sem saber que horas eram, mas sabendo que era tarde o suficiente para eu estar ali. (Valeu a pena). Da madrugada em que não falamos nada porque os olhares não precisavam de complemento. (Eu sempre me lembro). Da hora em que descobri que a sua mordida doía e que ia me deixar marcas. (Eu esperei que fossem constantes). Do minuto em que eu disse que estava com frio e você me abraçou. Foi quando tudo começou.

     Depois daquilo, eu sabia que seria início de um desamor. Você me olhou e eu senti medo. De você, de mim, daquilo tudo. Do toque dos seus dedos, das palavras não ditas. Da inclinação do corpo, da sua ausência, de te perder. Não sabia como era a sensação de amar e pra ser sincera, ainda não sei se sei. Só sei que sorri, que chorei e que por algum motivo estranho (deve ser resquício do tal de amor), ainda penso em você. Ainda relembro você. Perdi minha alma nesse tortuoso caminho. Recuperei um pedacinho mas gosto de pensar que ela esta aqui, inteira como quando a encontrei. Em meio as lembranças, esqueci o discurso e continuei sem escrever. Senti sua falta e me lembrei que ás vezes, não sentir é a única forma de sobreviver. Por fim, o meu papel não era mais branco. Ele possuía flores em um lado, flores no outro. Mas um vão branco, vazio dominava o papel. Eu tinha um discurso, agora não tenho mais…

 

                                                       Tassiana Frank

Anúncios

Sobre encontroedesencontros

Alguém que por meros devaneios de sua mente louca, sentiu vontade de dizer alguma coisa...

Uma resposta para “

  1. salles

    muito muito bom, principalmente pelo começo e pelo final…
    “eu tinha um discurso, agora não tenho mais…”

    beijos poetiza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: